Like The Renegades!

julho 03, 2012

Saudade

Se há coisa que me afeta é perder aqueles por quem tenho uma grande afinidade. Há mais de seis anos que convivo com pessoas excelentes. Que são leais, que dão o melhor de si para os outros e que são excecionais. Estava habituada a dizer-lhes um "Até amanhã" mas inexoravelmente aproxima-se um "Adeus". Eu sei que uma amizade quando é verdadeira não morre, mas dói a saudade que já aperta, que parece engolir-nos aos poucos. Os horários irão modificar, seguiremos a nossa vida, arranjaremos companheiros, novos amigos, uma nova vida e tudo se rompe como se nada tivesse existido. Este é o lado negro da amizade: o esquecimento. Eu tenho medo de cair no esquecimento apesar de me ter esforçado por ser a melhor amiga possível. Depois de mil e uma aventuras, de segredos, de histórias nossas desabafadas tudo eclipsar-se de uma forma abrupta e irreversível. Isto faz-me ficar triste porque agora apercebo-me do quão ridícula fui há uns anos atrás por pensar que nada me abalava. Afinal sou fraca, como todos os outros que lamentam que nos separemos. Tenho plena consciência que é a lei da vida e que nada podemos fazer, mas era tão bom que aqueles que realmente são amigos pudessem ficar juntos. 
Tal como dizia Rubem Alves "Saudade é a nossa alma a dizer para onde ela quer voltar."
Hayley Logan, a Renegada das Terças

14 comentários:

  1. é verdade, é mesmo uma bênção e só temos que a agarrar para sempre :)

    ResponderEliminar
  2. As saudades são uma coisa complicada, o tempo costuma ajudar a fazer com que elas se tornem mais amenas e fáceis de suportar.

    ResponderEliminar
  3. Oh meu deus. Muito obrigada! Só te digo, o truque é nãoo deixares que o assunto se perca no imaginário. Tenta cingir-te ao real, vais ver que corre bem. Porque também escreves muito bem :) Mais uma vez, obrigada pelo teu comentário. Beijinho *

    ResponderEliminar
  4. como sempre usas tão bem as palavras !
    como estás ? que é feito de ti querida ? beijinhos *

    ResponderEliminar
  5. Olá, Hayley. Vim conhecer seu blog. Me impressionou logo pelo visual inusitado. Vou ler os textos - que já notei serem ótimos - com a atenção merecida .

    um beijo.

    ResponderEliminar
  6. Se o mar adormecer em desvario
    As ondas não mais se formarem
    Se as gaivotas se perderem do ninho
    As árvores mais altas tombarem

    Se o dia não encontrar a manhã
    As nuvens deixarem de chorar água pura
    Se as pedras da ilha roubarem a cor ao verde
    As tuas palavras deixarem de ser raiva dura


    Boa semana


    Doce beijo

    ResponderEliminar
  7. Lindo!

    http://trapeziovermelho.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  8. acho que a saudade é o sentimento da verdade..e é pena deixarmos deslizar algumas amizades.

    acho que tens de ir ao teu perfil e vai dizer lá qualquer coisa para adicionar linl's ou assim e depois metes o url do meu blogue e fico adicionada:):)

    ResponderEliminar
  9. "A saudade é a nossa alma a dizer para onde ela quer voltar", mas também é a comprovação da genuidade daquilo que realmente sentimos pelos outros e devemos agarrar nela como uma boa melancolia que nos guie para as recordações de quem nos importa e importa-se connosco :3

    A música que perguntaste pelo nome é a Passage da Vienna Teng.
    Beijo*

    ResponderEliminar
  10. ainda não o terminei, mas pelo que li aconselho (;

    ResponderEliminar
  11. QUE SORTE!!!! nunca percas essas pessoas!!!

    Tenho sorteio no meu blog de uns brincos da Anna dello Russo at H&M!! Participa! :)

    http://www.facebook.com/estilohedonico
    http://estilohedonico.blogspot.pt/

    xoxo

    ResponderEliminar